Você sabe identificar as características de um bom pão francês?

Aprenda a fazer o checklist do pão perfeito

Seja quentinho no café da manhã, no almoço, no lanche da tarde ou até mesmo durante o jantar, o pão se tornou um alimento essencial na mesa do brasileiro, sendo um dos cinco alimentos mais consumidos no Brasil.

Segundo a última pesquisa de hábitos alimentícios feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a média do consumo diário de pão é de 53 gramas (pouco mais que um pãozinho francês), perdendo apenas para o consumo de café, arroz, feijão e carne bovina.

Mas, mesmo sendo consumido todos os dias, você sabe identificar as características de um bom pão francês na padaria do seu bairro?

Com o intuito de estabelecer uma referência de qualidade e processo, desde 2013, esse pãozinho ganhou uma norma técnica de padronização só para ele.

“Através dela é possível realizar avaliação das características externas, internas e sensoriais do produto, como crosta, aparência, miolo e sabor. A Abip defende e incentiva todos os seus associados a seguirem as especificações, para que o consumidor receba sempre o produto com a máxima qualidade. O Pão da Padaria é diferenciado, é feito com produtos selecionados, produzidos com técnica e muito amor pelo padeiro”, completou o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip), Paulo Menegueli.

Dicas para quem deseja fazer o checklist do pão perfeito:

“Primeiro ele precisa ser feito com insumos de qualidade. Depois ter uma boa fermentação.

A pestana, que é o corte na parte superior do pão, é também um dos principais sinais de que o processo de produção foi bem feito. A pestana deve ser fina, regular, presa ao pão, com bordas destacadas.

A cor ideal do seu pão francês é amarelo-dourada e levemente brilhante.

Crocante por fora, porém não duro. Quando pressionado, o pão deve voltar à forma original.

Não pode ficar achatado nem se esfarelar ao toque.

O miolo adequado é branco, sem estrias, manchas ou buracos”.

O presidente da Abip enfatiza também que é importante o consumidor priorizar a compra nas padarias, pois há um trabalho por parte dos sindicatos e associações regionais de monitoramento e investimento constante em curso para capacitar padeiros e auxiliares. Além disso, muitas padarias também investem no acompanhamento de nutricionistas e especialistas em produção.

“Assim garantimos que o pão seja produzido com ingredientes de qualidade e as características ideais sejam cumpridas”, finalizou Menegueli.

COMUNICAÇÃO
PARA SUA PADARIA

ACESSE NOSSAS REDES

RECEBA NOSSAS NOVIDADES!

INSTITUIÇÕES

CLIPPING DA PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA