4 itens de confeitaria indispensáveis para a sua produção

Resistente à crise, o setor de panificação e confeitaria continua apresentando bons resultados. Em 2017, por exemplo, a área registrou expansão de 3,2%, com faturamento de cerca de R$ 90,3 bilhões, segundo o Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC).

É claro, para participar destes bons resultados, é preciso oferecer produtos de muita qualidade. E quando se fala sobre equipamentos para isso, é muito importante que eles sejam não só um meio para fazer seus doces, mas que eles sejam facilitadores. Afinal, por que comprar um forno que faz um bolo por vez, quando você pode fazer dezenas ao mesmo tempo?

Todas as dicas que vamos dar abaixo podem ser implementadas, com extrema qualidade, pela empresa referência em equipamentos robustos, rápidos, tecnológicos e inovadores, a Prática. Então continue a leitura e descubra como conferir excelência à sua produção!

1. Batedeira

Este equipamento é, sem dúvida, o mais utilizado em confeitaria e, portanto, precisa ter uma capacidade maior e robustez para suportar a rotina pesada de produção. Muitos começam com pequenas batedeiras domésticas, mas estes equipamentos, além de terem pouca capacidade, acabam quebrando facilmente, por isso, vale a pena investir nas batedeiras planetárias profissionais da Prática. Veja o vídeo!

Elas são perfeitas para bater massas aeradas, claras em neve ou deixar sua massa de bolo mais fofa. Além de cremes, coberturas, chantilly e glacês entre toda uma infinidade de receitas. Para quem deseja trabalhar com bolos e doces finos, é indispensável!

2. Fornos

O forno é peça-chave na produção de bons produtos de confeitaria. Um bom forno de confeitaria precisa ter produtividade e contemplar também um possível crescimento.

Se o seu forno é incapaz de suprir suas vendas, ele se torna um problema. Devido a baixa capacidade de produção, muitos confeiteiros têm contratempos para conseguirem entregar os pedidos. Por isso, fornos de convecção ou lastro profissionais são um investimento tanto em produtividade quanto em qualidade de vida.

Outro aspecto importante é o da qualidade, se ele não tiver um mecanismo de distribuição homogênea do calor, um bolo por exemplo, será assado de forma diferente em cada ponto. Um forno com temperatura abaixo do ideal produz bolos com casca dura. Já um forno com temperatura excessivamente alta resulta em alimentos com casca “escamada”, com rachaduras na superfície do alimento.

3. Ultracongelador

Para quem não conhece, vale a pena consultar. É um equipamento que trabalha a -35°C (menos 35 graus celsius), removendo o calor do alimento e fazendo com que ele resfrie ou congele rapidamente, evitando a formação de cristais de gelo grandes dentro dos produtos, mantendo sua integridade e além de tudo, favorecendo a segurança alimentar.

E o mais legal de tudo, ele permite que se congele toda a linha de produtos e se armazene em seguida para uso posterior, retirando apenas conforme a demanda e com perda zero! Não é um sonho?

Massas cruas de bolos, cremes, coberturas, recheios e matéria prima podem ser congeladas nele e depois estocadas. Ao invés de se fazer tudo a todo momento, você só retira do freezer, deixa descongelar e utiliza em seguida. As massas dos bolos podem ser congeladas em forminhas de papel ou alumínio e levadas diretamente ao forno ou podem ser colocadas em “mangas” (sacos plásticos) para serem dosadas nas assadeiras depois. Ou seja, nada de jogar doces fora ao fim do dia!

4. Refrigeradores

Muitos dizem que a confeitaria exige mais sensibilidade e destreza do que o imposto na produção de receitas salgadas. Uma das razões é a sucessão de processos entre assar, resfriar, montar e decorar, utilizados nesta área.

É evidente que, para alcançar esse resultado, você precisa de refrigeradores de alta performance. Estes são apoio fundamental em uma confeitaria, não somente no armazenamento dos ingredientes, como também na segurança alimentar pela conservação dos produtos.

Câmaras congeladas e resfriadas, com bom isolamento e controle preciso de temperatura, devem constar na aquisição de equipamentos em qualquer plano de negócio.

 

Esperamos que este post sirva para melhorar ainda mais a experiência de quem já tem sua padaria/ confeitaria e, também, para quem está prestes a começar uma e precisa de indicações sobre como adquirir os equipamentos certos para conciliar produtividade e qualidade!

 

FONTE: Pratica

COMUNICAÇÃO
PARA SUA PADARIA

ACESSE NOSSAS REDES

RECEBA NOSSAS NOVIDADES!

INSTITUIÇÕES

CLIPPING DA PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA